“Cada pessoa tem a sua historia. - Cada pessoa tem uma familia. - Cada familia tem origems. - Você não é apenas o que você imagina que é!"


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Santo Frei Galvão - parente dos nossos antepassados

Frei Galvão

Parentesco com Frei Galvão


Antônio de Sant'Ana Galvão, mais conhecido como Frei Galvão, ou São Frei Galvão (Guaratinguetá, 1739 — São Paulo, 23 de dezembro de 1822)  foi canonizado pelo Papa Bento XVI em 11 de maio de 2007, tornando-se o primeiro santo nascido no Brasil.

Isabel Leite de Barros, a mãe do Santo Frei Galvão, nasceu e foi batizada em 11/07/1717, na Capela do Rosário, no bairro do Tetequera em Pindamonhangaba.

Os pais de Isabel Leite de Barros, Gaspar Corrêa Leite e Maria Leite Pedroso, casaram-se em São Paulo, em 1705, e mudaram-se para Pindamonhangaba. (NOTA: Maria Leite Pedroso foi irmã de Beatriz de Barros, 7a avó de Tiffany, casada com Manoel Correa Penteado e por isso : Beatriz de Barros foi tia-avõ do Frei Galvão)
Isabel tinha como irmãos o Capitão Inácio Corrêa Leite e o Padre José Corrêa Leite entre outros.)

Os avós paternos de Frei Galvão eram
o Capitão Pascoal Leite de Miranda e Ana Ribeiro e

os avós maternos eram
Pedro Vaz de Barros e Maria Leite de Mesquita (8°s avós de Tiffany)

Os bisavós paternos
eram Antonio Rodrigues de Miranda, de Portugal, e Potência Leite (tambem 9°s avós de Tiffany), filha de Pascoal Leite Furtado e de Isabel do Prado que, por sua vez, era filha de João do Prado (vindo para São Vicente, em 1531) e de Filipa Vicente. Por outro lado, e ainda bisavós paternos, estavam Sebastião Fernandes Corrêa e Ana Ribeiro.

(ATTENçÃO :Essos bisavós paternos foram tambem trisavós maternos: Isabel do Prado e Paschoal Leite Furtado foram trisavós de Beatriz de Barros. O marido de Beatriz, Manoel Correa Penteado foi PRIMO de Beatriz por ser neto de Potencia Leite e Antonio Rodrigues de Miranda. Potencia Leite foi irmã de Maria Leite, bisavó de Beatriz de Barros. Potencia Leite e Maria Leite foram ambas filhas de Isabel do Prado e Paschoal Leite Furtado, ver grafico em Beatriz de Barros e Manoel Correa Penteado)

bisavós do lado materno,
os bisavós eram Antonio Pedroso de Barros – filho do Capitão-Mor Pedro Vaz de Barros, de Algarves (Portugal) e de Luzia Leme, irmã de Pedro Dias Paes Leme e tia de Fernão Dias Paes Lemes, o Governador das Esmeraldas –, e Maria Pires de Medeiros, filha do Capitão Salvador Pires de Medeiros e de Inês Monteiro de Alvarenga.

Ainda eram também bisavós maternos: Domingos Rodrigues de Mesquita de Torre de Moncorvo, Bragança (Portugal), e Maria Dias (ou Leite), filha do bandeirante Pedro Dias Paes Leme. Pedro Dias Paes Leme era filho de Fernão Dias Paes e de Lucrécia Leme. Lucrécia, por sua vez, era tia dos Capitães Braz Esteves Leme e Mateus Leme do Prado (donos de sesmarias em Aparecida) e irmã de Pedro Leme (casado com Helena do Prado), e filha de Braz Teves e Leonor Leme, vindos da Ilha da Madeira, Portugal.

Isabel Leite de Barros, a mãe do Santo, casou-se com o Capitão-Mor Antonio Galvão de França em 08/02/1733. Antonio Galvão de França era natural da cidade de Faro, em Portugal, e filho de Manuel de França e de Águeda Maria Galvão.


Finalizando  pelo lado materno, Frei Galvão teve ascendência nas famílias: Corrêa Leite, Pedroso, Vaz de Barros, Mesquita, Pires, Medeiros, Alvarenga, Leme e Prado, entre outras…… .

(Fonte :Benedicto Lourenço Barbosa,  autor da trilogia “Nossas Origens”)
jazigo de Frei Galvão , Mosteiro da Luz São Paulo


Escrive Fr. Adalberto Ortmann, „Frei Antonio de Sant´Anna o filho de Guaratinguetá, nas tradições de famílias paulistas“, in “Revista do Arquivo Municipal”, São Paulo, vol. LXXXIV, 1942, pp. 75-76.
„……. Possuía Frei Galvão um dom todo especial para pacificar desavenças e restituir a paz a inimigos pessoais. Por vezes, sua simples presença era suficiente para restabelecer a paz em lares nos quais reinava a discórdia.
 Um fato desses ocorreu em Itu, na residência do tenente e ouvidor Fernando Paes de Barros, que não se entendia bem com sua esposa Dª Maria Jorge de Almeida. (Fernando Paes de Barros foi filho de José de Barros Penteado e Maria Dias Leite, José de Barros Penteado filho de Fernão Paes de Barros e Angela Ribeiro Leite, 6°s avós de Tiffany.)
 O casal recebeu Frei Galvão na mesma casa em que, mais tarde, hospedou o Imperador D. Pedro II. Reservaram para o religioso um quarto, mas curiosamente este o recusou, dizendo que desejava passar a noite em outro aposento. E apontou para o quarto do casal.
 Surpreendidos por aquela atitude insólita, os donos da casa lhe fizeram a vontade.

 Na manhã seguinte, encontraram a cama intacta, pois o religioso não a usara. Mas desde esse momento, sem que soubessem explicar o porquê, cessaram completamente as desavenças entre os cônjuges….“